Como chegar em Saint Tropez

 

Muita gente já sabe que depois do FNO eu, Nati Vozza e Denise Gebrim tiramos uma mini férias e viemos para Saint Tropez curtir uma praia. Já sonhava em fazer essa trip faz um tempo e ainda bem que aconteceu. As meninas super toparam o destino e estou mais que feliz em poder realizar esse desejo antigo. Quando fui buscar infos para montar essa férias com as amigas, fiquei bem perdida na internet. Não encontrei informações bem completas sobre como chegar/sair/sobreviver na cidade. Como sei que tem muita gente que deseja uns dias em Côte D’Azur, resolvi montar um “manual de sobrevivência”.

  • Como chegar: Entre as várias maneiras de chegar (trem/carro/avião) a que achei mais rápido foi ir até Nice de avião e de lá pegar um carro até Saint Tropez. Afinal, tempo na Europa é contado em euros e, por mais charmoso que seja um passeio de trem, prefiro chegar bem rápido no meu destino. Pegamos um voo de Londres via Easy Jet, uma cia low cost.
  • Distância Nice/St Tropez: Uma hora e meia de carro. A estrada é bem tranquila, em excelente condição e o passeio é lindo. Você não vai ver passar o tempo.
  • Como alugar o carro: Alugamos no site da Europcar. Dentro do estacionamento do aeroporto de Nice tem uma sala enorme que agrupa todas as locadoras possíveis. Como aqui tem muuuitas cidades lindas ao redor, é bem comum as pessoas alugarem carro para passear.
  • Preciso de carro? SIM! Não existe não ter carro na cidade. As praias são afastadas do centro. Por mais que alguns hotéis tenham transporte para alguns clubes de praia, não dá para pagar o táxi para voltar. Em geral eles cobram 30 euros para uma ida até o centro que não está mais que 3 quilômetros de distância. Somando de 30 em 30 você acaba gastando muuuito mais do que pagaria pelo carro. Ah! SEMPRE com GPS! As ruas não tem uma boa sinalização e você vai precisar para conhecer as praias.
  • Leve moedas! No trajeto Nice/Saint Tropez tem muitos pedágios. Leve moedas para pagar. Muitas máquinas só aceitam elas. Dentro do aeroporto (bem ao lado do ponto de informações para turistas) tem uma maquininha que troca notas por moedas.
  • Vale a pena gastar com um super hotel? Na Europa hotel mais simples, em geral, é meio pequeno demais e muitas vezes sem nenhuma manutenção. Aqui em St Tropez, com praias tão lindas é impossível perder um dia de praia para ficar no hotel (pelo menos eu acho). Você não vai aproveitar muito. Vai mesmo chegar e dormir. O importante é que ele seja limpo, arrumadinho e bem localizado. Estamos no hospedadas no Benkirai. Não é um hotel muito barato, mas como resolvemos tudo muito de última hora não haviam tantas opções disponíveis. Hotéis com um custo benefício melhor já estavam com ocupação máxima. No Benkirai o quarto é com estilo moderno, a piscina é bem linda (nem passamos perto dela) e a localização é bacana. Está bem perto do centrinho!

Conto mais sobre as praias e lugares bacanas para comer em outro post para não virar bagunça rsss! Mas, já digo, se você também tem esse desejo de uns dias de praia em Saint Tropez faça as malas djá! Vale cada centavinho de euro! Se tiverem mais dúvidas ou tiverem dicas para compartilhar eu vou amar responder e pegar dicas com vocês! Segue meu look para o trajeto Londres/Nice/Saint Tropez. Um look beeeem confortável + casaquinho para não passar frio no avião. Sempre sofro com o ar condicionado. Já vim com a minha bolsa de praia na mão para não ocupar espaço na mala. Esses voos dentro da Europa tem uma super restrição e nosso carro também tem um porta malas micro. Tivemos que ser super econômicas na hora de montar os looks! rssss! Tarefa complicada, né? Lalá veste: Tricô Pat Pats | short Urban Outfitters| Camiseta Zara | Dock Sider Água de Coco | Bolsa Arezzo | Óculos Dior por Loja da Ju ([email protected]) Obrigada Luiza Voltier e Carol Quinteiro que super nos ajudaram a montar uma trip mais que divertida!

Look do Dia – Use huck


Todo mundo sabe que as camisetas da Use Huck fazem parte do meu dia a dia. Uso para ir para academia, uso comcalça e blazer para situações mais formais, uso com shortinho… Além de serem sempre inspiradoras, ainda ajudam quem precisa. Hoje no look do dia estou usando um novo modelo da marca, que irá ajudar o Instituto Refazer, que tem como missão evitar a reinternação e/ou o agravamento da doença de crianças e adolescentes de baixa renda encaminhados pelo Instituto Fernandes Figueira no Rio de Janeiro. Super linda e com um mix de cores que deixa qualquer produção mais alegre. Ela chegou na loja agora e estará em promo até o dia 23 por R$59. Depois volta para o valor normal R$69

E, #paranossaalegria, várias estampas clássicas da marca, como a Mr. Perfect e a “Keep Calm and Blog On” estão de volta!

Para saber mais é só clicar aqui no site Use Huck. Camisetas divertidas por uma boa causa!

Lalá veste: Camiseta Use Huck | short Urban Outfitters | espadrille Miezko | Colar Lela Acessórios

Fotos: Vitor Fernandes ([email protected])

Fernanda Pontes conta suas dicas de Nova York

Na minha família, quando chegamos de uma viagem bacana, abrir a mala reunidos é quase uma tradição. Mostrar cada achadinho e curtir mais um pouco os momentos! Quer coisa mais delícia que aquela amiga, que acabou de chegar de viagem, contar tudo o que encontrou de melhor e passar as dicas mais quentes para a gente?

A apresentadora e atriz Fernanda Pontes acaba de chegar de Nova York. Entre outros trabalhos, aproveitou a companhia de sua stylist, Patricia Saada, para comprar peças bacanas para complementar o seu closet.

Em um twitt mais cara de pau (tudo em nome do blog! Aproveita e me segue!), pedi para Fernanda dividir as suas dicas com a gente. Ela topou e, com o maior carinho, abriu um pouco da sua mala. Vamos ver o que Fernanda arrematou?

Fernanda Pontes contou que o objetivo era comprar poucos e bons! “Nessa viagem procurei mais qualidade que quantidade. Boa bolsa, sapatos e garimpar nas roupas”, relata! Concordo muito. Afinal, se pensarmos a quantidade de vezes que usamos a mesma bolsa e o mesmo sapato comparado com as roupas, percebemos que são peças em que devemos investir muito mais, não?

A atriz garimpou pela Top Shop, “Comprei um casaquinho de renda lá. Ótima dica para quem quer peças bacanas, mas não quer gastar muito”; Urban Outfitters, “Um loja superlegal. Moderna e despojada. Além de ter preços bem legais!”, Abercrombie & Fitch, onde comprou camisas de botão para acompanhar short de alfaiataria que já tinha em casa, mas não deixou de passar pela phynna Bloogmindales.

Para comer, Fernanda ainda deu algumas dicas: Vá ao Nobu, Elio’s, Benihanna e Balthazar.

Oxford: a nova sapatilha

Impossível negar que os saltos oferecem sensação de poder e são aparentes emagrecedores instantâneos. Mas, não dá para passar todo o dia equilibrando-se nos stilettos e, em alguns momentos, o que queremos mesmo é o bom e velho sapato rasteiro. Depois da febre das sapatilhas, é a vez dos oxfords nos acompanharem nessa missão.

A onda oxford vem na sequência do boyfriend look. Primeiro foram os casacos. Depois, as calças e os coletes. Agora, os sapatos. Democráticos, vão bem com tudo! Podem acompanhar o short jeans e de alfaiataria, as calças jeans (fica ainda mais charmoso se a barrinha estiver dobrada!) e até mesmo vestidos.