Comer carboidrato a noite pode?

capa-revista-saude-carboidrato-anoite

Comer ou não comer carboidrato à noite? Essa é uma questão que é tema no papo de qualquer grupo de mulher! A gente ama um papo fitness e essa pauta é presença certa. A revista Saúde publicou uma matéria dizendo que sim. Não é tão ruim comer carboidrato à noite. É claro que a Carol Morais, minha nutricionista, fez um post lindo explicando direitinho o que pode e quem pode comer o santo carbozinho a noite. Olha só a explicação dela:

“Saiu na revista e agora tá todo mundo esperançoso, feliz e angustiado. Enfim, comer carboidratos à noite pode? É bom? A resposta é SIM, pode ser. Ou NÃO. Depende do tipo de carboidrato, da quantidade, do horário e, claro, do seu estilo de vida. O que a reportagem traz não é novidade nenhuma. Carboidrato (leia-seglicose) é essencial o tempo todo dentro do nosso corpo. É nossa moeda corrente, nosso combustível que permite que tudo funcione, inclusive, queimar gordura.

Por um curto período de tempo sem carboidratos temos aquela sensação de “murchar”, exatamente porque colocamos nosso corpo em uma situação emergencial e, dessa maneira, ele encontra outras vias para a produção de energia. Entre elas está a queima de gordura. Porém, queimar gordura é caro pro nosso corpo. Isso porque ele sempre tende a queimar primeiro massa magra, isto é, aqueles músculos maravilhosos que você construiu com tanto suor e que garantem um metabolismo mais acelerado (que raiva, né?)

Tô sendo clara? A longo prazo, e isso vai depender da pessoa (mas em poucos dias), o seu corpo, além de usar os seus músculos, deixa de usar a gordura e seu metabolismo ainda diminui. Sem falar nos outros efeitos como dor de cabeça, fraqueza, compulsão alimentar – especialmente por doces – e mais um tantão de coisas ruins. Por isso e muito mais, CARBOIDRATO SIM. Mas carboidrato do bem: complexo, integral e alimento de verdade. Para sinalizar ao seu corpo que está tudo bem, que pode usar o que está na “despensa” aquela reserva de gordura que ele guarda para situações emergenciais.

Achei um trecho ótimo no blog do meu professor e amigo querido Henrique Freire, onde ele explica lindamente a parte bioquímica e eu assino embaixo:

“A preocupação com os carboidratos a noite acontece em virtude da capacidade destes nutrientes em liberar muita insulina, e este hormônio, conforme o ciclo circadiano, é pouco metabolizado ‘à noite’, além de ser um estimulador da lipogênese, ou seja, formação de gordura. Na verdade, respeitando o ritmo circadiano, seria interessante evitar a liberação excessiva de insulina em todos os momentos onde ela não é bem metabolizada e o gasto energético de cada um esteja reduzido. Se uma pessoa sai do seu trabalho e vai caminhar no calçadão ou vai para academia, à noite, quando retorna, tem todo direito e dever de consumir carboidratos. Agora, se você é mais do tipo sedentário, também defendo a ideia de que o consumo de carboidratos seja reduzido no período após o entardecer e, principalmente, consumir carboidratos complexos integrais, que tenham baixo índice e carga glicêmica.”

Em resumo, carboidratos complexos, leia-se arroz integral, aveia e outros, são interessantes sim, em um jantar mais cedo, para estimular a queima de gordura. A quantidade? A única resposta é: procure um nutricionista”

ATENÇÃO: A Carol está em São Paulo para dar alguns cursos super bacanas de receitas detox práticas e saudáveis no escola Dedo de Moça. Eu já fiz e vou fazer outro módulo nessa semana com ela. Vale super a pena. Não precisa ter noção de cozinha. Todo mundo pode aprender!

Detox com Carol Morais – 26/02 das 19h as 22h – menu do workshop – R$ 260,00/aluno

Detox II com Carol Morais – 27/02 das 19h as 22h – menu do workshop – R$ 260,00/aluno

Para se inscrever: contato@dedodemoca.net

Deixe seu comentário, quero saber o que você achou!



7 respostas para “Comer carboidrato a noite pode?

  1. Lalá, eu fiz a dieta da proteína com uma Ortomolecular e junto com a fase restritiva de carboidrato veio a fase de reeducação. Nunca mais ganhei peso! A explicação da sua nutricionista foi perfeita, vejo pessoas fazendo uso de dietas com zero carboidrato 4x ao ano e fico assustada com isso … custa realmente muito caro para o corpo.

    Belo post!

    Drica Peixoto
    http://correndonaviagem.blogspot.com

  2. Lalá vc me dizer se posso substituir o arroz integral, que eu detesto, pelo parborizado?! Já me disseram q é melhor do q comer o arroz branco! É verdade?! Bjs! Adoro seu blog! Sucesso!

Deixe uma resposta