Vinhedo Mumm – Passeio em San Rafael

Depois de passar um dia de Luluzinha em Buenos Aires, embarcamos para San Rafael para conhecer onde são produzidas as garrafas de Mumm. Chegando ao vinhedo, já ficamos loucas na hora de escolher o quarto. A casa tem mais de 100 anos e parece casa de princesa. Deem só uma olhada como é linda!

Passeamos no campo de parreiras, de uvas chardonay e pinot noir, que ainda estavam pequeninas, mas provamos no pé. Estava muito docinha, mesmo verde. Fiquei impressionada! Depois entramos na fábrica para conhecer o processo de produção e engarrafamento. Adorei saber que, o que diferencia um espumante do outro é apenas o licor de expedição. Aquele que é colocado no final da produção. A concentração das uvas é sempre a mesma: 70% Chardonay e 30% Pinot Noir. Sabem também o que faz o Mumm rose? É que desses 30% da uva Pinot Noir, 7% é macerado com casca. Assim a cor fica rosada. AH, mais uma info super bacana. Já ouviu falar da lenda de que se a bebida congelar e descongelar ela estraga? O especialista de Mumm disse que não tem problema nenhum. Desde que a rolha não estoure o ato de congelar e descongelar não estraga a bebida. Basta servir a bebida numa temperatura de 5 a 7 graus e aproveitar!  CLARO que fizemos degustação de TODAS as Mumms e estou levando um monte para casa, né? Delícia demais! 

Fiz um video mostrando o processo de engarrafamento que é muito bacana. Aperta o PLAY e veja se gosta! 

Deixe seu comentário, quero saber o que você achou!



24 respostas para “Vinhedo Mumm – Passeio em San Rafael”

  1. Que delicia de passeio!
    Já fiz um passeio assim lá em Bento Gonçalves/RS. Fui conhecer as produções da Salton e da Miolo. A Salton tem uma sede linda!
    Fui desde da plantação até dentro da fabrica, vendo os barris gigantes onde as uvas são armazenadas e pra onde elas vão depois de já terem sido processadas e virado vinho.
    Também fiz degustação dos espumantes e sai de lá amando tudo (e olha que eu na época nem era muito fã de vinho!)!
    Até hoje é um passeio que sonho em repetir 🙂

  2. Lalá, amei o tour, mesmo não ingerindo álcool acho chiquérrimo conhecer mais sobre o universo de produção dos vinhos hehe
    Agora quero tirar uma dúvida contigo. A mesma impressão que tenho com as mechas que fiz em meu cabelo tenho a impressão de estar vendo no teu; é piração, ou está alaranjando? Se não, o que fazer pra evitar/prevenir/reverter?
    Já fui orientada pelo meu colorista a usar linhas com pigmento cinza ou azul, ou continuar a fazer outras mechas, pra cor ir abrindo aos poucos, só que não pretendo clarear mais, já estava satisfeita só com o efeito mais leve.

    Se puder abordar esse assunto e dar um help, would be great!! =)

    Beijos, sou sua fã 😉

  3. Lala, eu estou doida por uma bolsa da lax, uma que tinha de praia transparente estilo birkin só q com dourado, ja mandei um email e não responderam…qualquer coisa vc pode me dizer se ainda tem…como faco pra comprar! beijos

  4. Tô ainda me decidindo o que é melhor nessa viagem toda, HUAHUAHAH, se é a viagem em si pra esses lugares super legais, ou se é a degustação dos produtos da Mumm, HAUHAUHAUHA!
    Beijinhos!

  5. Oi, respondi seu email para o que vc me mandou, td bem? eu dei uma olhadinha tinha mandado o email pra o email certinho msm, mas brigadinha pela atencão…já ta respondido seu emai!…beijos

  6. gostaria de saber como eu faço para comprar esta bebida maravilhosa que se chama são raphael,aqui no rio de janeiro eu não encontro

  7. A casa está aberta para hospedar que for conhecer o vinhedo ou não? Como podemos entrar em contato com eles, tentei mas não encontrei nada na internet.

  8. A casa está aberta para hospedar quem for conhecer o vinhedo ou não? Como podemos entrar em contato com eles, tentei mas não encontrei nada na internet.

Deixe uma resposta