Dica de restaurantes em Florença

Tá bom! A Itália é recheada de história, arte e cultura. Mas, o comer também faz parte dessa cultura. E como comem bem esses italianos. Farinha branca na veia! Tive que me segurar para não voltar rolando no meio de tanta massa, queijos, vinho e um waffle com nutela! Fiquei sonhando em fazer um Comer, Rezar & Amar só na Itália!

Coletar dicas de restaurantes é para mim equivalente a buscar os principais pontos turísticos de uma cidade. Faço aquela pesquisa turistona, dos guias. Mas, é só encontrar a oportunidade de falar com algum morador e já pergunto se estou caindo em alguma cilada pega turista e a sua dica de um bom lugar para comer bem! Resolvi dividir um pouco da minha gulodice italiana com vocês. Quem sabe alguém está se preparando para invadir a terra de Totó e quer levar junto algumas dicas!

A primeira dica com mais de mil calorias é o Golden View. Quem idicou foi uma leitora. Ele fica dentro de um hotel, nas margens do Rio Arno. Para quem está caminhando no sentido Duomo-Palacio Pitti, fica no lado esquerdo, depois que passa a ponte.  Aqui o ponto forte não é a comida. Mas sim a vista para um dos pontos mais lindos de Florença: a ponte Vecchio. Não digo que a comida não seja boa. Ela é gostosa, bem feitinha, OK. Não vai ser a melhor da sua viagem, mas vale muito ver toda aquela maravilha na sua janela. Lembro que gastei com entrada, bebida e prato principal uns 25 euros. Não tão caro quando se considera a localização do Golden View.

A Trattoria Marione foi uma dica que arrematei com o dono da escola Marangoni, em Florença. Ele já é um senhor, nascido e criado na cidade. Perguntei assim: quando você quer comer a comida da mama, onde você vai? Ele já mandou o Marione. Por coincidência ele era bem do ladinho do nosso hotel. Paramos para o almoço e hummmmmmm!!! A melhor comida da viagem! Afff, salivei! kkkkk! Pedi ossobuco de vitela. Derretendo. Gastei, com tudo (entrada+bebida+prato principal), uns 20 euros. Não deixe de ir!

O Buca Mario foi dica  de Wanessa, minha “plima”.  Está em muitos guias e ela disse que tinha sido o melhor restaurante da sua trip por Firenze. Antes de toda gordice,  fomos recebida pela melhor brusqueta do mundo. Pão, azeite, sal e alho! OLHAAA, quase comi meu dedo junto! Bom demais.

Deixei o local para provar o prato mais típico da Toscana: a bisteca Fiorentina. Eu e Camila, metidas a besta, pedimos sem olhar e questionar. O que aconteceu? O prata é MEGA gigante e tivemos que jogar quase tudo fora. De matar, né? Acho que o garçom deveria ter informado que duas ladies não podem comer um prato de Obelix. Mesmo assim está perdoado! 😉 Camis acompanhou a sua bisteca com uma batatinha e quase foi na cozinha pedir a receita de tão delícia que estava! hehehehehe! A conta dessa brincadeira foi 55 euros. Um pouco carinho, mas a bisteca é sempre o prato mais caro de qualquer restaurante.

O The Fusion fechou a nossa estadia em Firenze com chave de ouro, ou seria colher de ouro? Fomos a convite de Consuelo Blocker e Roberto. Localizado dentro de um dos hotéis do grupo Salvatore Ferragamo, é cheio de gente bonita e daquele clima animado. Começamos os trabalhos da noite com um Bloody Mary e terminamos com risadas gostosas e sobremesas divinas.

Essa dica veio também de Consuelo (já viram o lindo blog dela?). Sabe aquela fominha do fim do dia? É lá no Procacci que você deve matar! Situado no endereço mais fashion de Florença, entre a Hermés e Cavalli está uma delicatessen cheia de charme. O que comer? A única coisa que vi no meio de minimesas lotadas: panini tartufati e uma taça de vinho chianti. Confesso que sou um pouco chatinha com o cheiro da trufa. Mas, eles são delicados!

Não deixe de levar para casa várias delícias da Toscana em potinhos (molhos, peticos, pasta de trufa, azeites etc.) e de pegar no caixa váaaaaarios torrones. Com certeza o melhor que já comi na vida. Fiquei triste que só comprei 2! #gulosa

Falamos em tantas calorias, mas não pense que acabou! Temos ainda o momento pé na jaca. Não podia deixar de falar dos tradicionais sorvetes italianos. Tão famosos quanto Davi, os sorvetes são quase um souvenir. Você não dá 2 passos sem encontrar uma lojinha com sorvetes lindões. Provei sem roteiro e gostei de todos! Não precisa de hora nem local marcado. É só pegar na sorveteria mais próxima no momento da gula!

Já as waffles+nutella são um caso à parte. Camila foi a primeira a cair na tentação e me levou junto. Ficávamos sempre no hotel planejando em qual momento do dia iríamos atacar mais uma bola de açúcar, farinha+ nutella. kkkkkkk. Elas também são praga como o sorvete, mas nem todas são iguais. A melhor era perto do nosso hotel, o Roma, mas esquecemos de anotar o nome. Sorry! Nesse caso, é sempre bom perguntar antes se eles vão aquecer a waffle (elas já ficam prontas em um montinho). Fria não é legal e alguns não fazem isso!

Acho que este post me deu fome! Tá bom! A Itália é recheada de história, arte e cultura. Mas, o comer também faz parte dessa cultura. E como comem bem esses italianos. Farinha branca na veia! Tive que me segurar para não voltar rolando no meio de tanta massa, queijos, vinho e um waffle com nutela! Fiquei sonhando em fazer um Comer, Rezar & Amar só na Itália!

Coletar dicas de restaurantes é para mim equivalente a buscar os principais pontos turísticos de uma cidade. Faço aquela pesquisa turistona, dos guias. Mas, é só encontrar a oportunidade de falar com algum morador e já pergunto se estou caindo em alguma cilada pega turista e a sua dica de um bom lugar para comer bem! Resolvi dividir um pouco da minha gulodice italiana com vocês. Quem sabe alguém está se preparando para invadir a terra de Totó e quer levar junto algumas dicas!

A primeira dica com mais de mil calorias é o Golden View. Quem idicou foi uma leitora. Ele fica dentro de um hotel, nas margens do Rio Arno. Para quem está caminhando no sentido Duomo-Palacio Pitti, fica no lado esquerdo, depois que passa a ponte.  Aqui o ponto forte não é a comida. Mas sim a vista para um dos pontos mais lindos de Florença: a ponte Vecchio. Não digo que a comida não seja boa. Ela é gostosa, bem feitinha, OK. Não vai ser a melhor da sua viagem, mas vale muito ver toda aquela maravilha na sua janela. Lembro que gastei com entrada, bebida e prato principal uns 25 euros. Não tão caro quando se considera a localização do Golden View.

A Trattoria Marione foi uma dica que arrematei com o dono da escola Marangoni, em Florença. Ele já é um senhor, nascido e criado na cidade. Perguntei assim: quando você quer comer a comida da mama, onde você vai? Ele já mandou o Marione. Por coincidência ele era bem do ladinho do nosso hotel. Paramos para o almoço e hummmmmmm!!! A melhor comida da viagem! Afff, salivei! kkkkk! Pedi ossobuco de vitela. Derretendo. Gastei, com tudo (entrada+bebida+prato principal), uns 20 euros. Não deixe de ir!

O Buca Mario foi dica  de Wanessa, minha “plima”.  Está em muitos guias e ela disse que tinha sido o melhor restaurante da sua trip por Firenze. Antes de toda gordice,  fomos recebida pela melhor brusqueta do mundo. Pão, azeite, sal e alho! OLHAAA, quase comi meu dedo junto! Bom demais.

Deixei o local para provar o prato mais típico da Toscana: a bisteca Fiorentina. Eu e Camila, metidas a besta, pedimos sem olhar e questionar. O que aconteceu? O prata é MEGA gigante e tivemos que jogar quase tudo fora. De matar, né? Acho que o garçom deveria ter informado que duas ladies não podem comer um prato de Obelix. Mesmo assim está perdoado! 😉 Camis acompanhou a sua bisteca com uma batatinha e quase foi na cozinha pedir a receita de tão delícia que estava! hehehehehe! A conta dessa brincadeira foi 55 euros. Um pouco carinho, mas a bisteca é sempre o prato mais caro de qualquer restaurante.

O The Fusion fechou a nossa estadia em Firenze com chave de ouro, ou seria colher de ouro? Fomos a convite de Consuelo Blocker e Roberto. Localizado dentro de um dos hotéis do grupo Salvatore Ferragamo, é cheio de gente bonita e daquele clima animado. Começamos os trabalhos da noite com um Bloody Mary e terminamos com risadas gostosas e sobremesas divinas.

Essa dica veio também de Consuelo (já viram o lindo blog dela?). Sabe aquela fominha do fim do dia? É lá no Procacci que você deve matar! Situado no endereço mais fashion de Florença, entre a Hermés e Cavalli está uma delicatessen cheia de charme. O que comer? A única coisa que vi no meio de minimesas lotadas: panini tartufati e uma taça de vinho chianti. Confesso que sou um pouco chatinha com o cheiro da trufa. Mas, eles são delicados!

Não deixe de levar para casa várias delícias da Toscana em potinhos (molhos, peticos, pasta de trufa, azeites etc.) e de pegar no caixa váaaaaarios torrones. Com certeza o melhor que já comi na vida. Fiquei triste que só comprei 2! #gulosa

Falamos em tantas calorias, mas não pense que acabou! Temos ainda o momento pé na jaca. Não podia deixar de falar dos tradicionais sorvetes italianos. Tão famosos quanto Davi, os sorvetes são quase um souvenir. Você não dá 2 passos sem encontrar uma lojinha com sorvetes lindões. Provei sem roteiro e gostei de todos! Não precisa de hora nem local marcado. É só pegar na sorveteria mais próxima no momento da gula!

Já as waffles+nutella são um caso à parte. Camila foi a primeira a cair na tentação e me levou junto. Ficávamos sempre no hotel planejando em qual momento do dia iríamos atacar mais uma bola de açúcar, farinha+ nutella. kkkkkkk. Elas também são praga como o sorvete, mas nem todas são iguais. A melhor era perto do nosso hotel, o Roma, mas esquecemos de anotar o nome. Sorry! Nesse caso, é sempre bom perguntar antes se eles vão aquecer a waffle (elas já ficam prontas em um montinho). Fria não é legal e alguns não fazem isso!

Acho que este post me deu fome!


Inscreva-se no
meu canal no
youtube!
CLIQUE AQUI

Deixe seu comentário, quero saber o que você achou!

29 comentários em “Dica de restaurantes em Florença”

  1. esse post ta mais pra auto promoção, quantas pessoas podem tirar proveito dessas suas dicas lalá? fala serio ne, voltemos à realidade brasileira “plis”!!!

  2. Oilala,
    já Tê perguntei isso no ultimo post, mas eu queria mto saber de que marca e a spadrille q a Débora secco usou na revista contigo, vc sabe????
    Bjs

  3. Que fofo!!! O golden view foi minha dica! Adorei!!!!
    Eu achei ainda uma das melhores refeiçoes da minha viagem, mas acho que pode ter sido pela garçonete, uma autoritária, que mudava todas as minhas escolhas mas sempre valia a pena! rsss! As dicas dela eram as melhores!!
    Nossa, adorei ver que vcs passaram por lá! a vista é um arraso!!!
    bjs!

  4. Lala que delícia de post, em todos os sentidos…hehehe
    Valeu pelas dicas e pelas fotos mega saborosas..rs
    Que viagem gostosa hein ! Sou super fã da Consuelo tb !
    Bjokas

  5. ei lala ja que vc é expert em celebridades da pra dizer quem faz o picuma da karina bacchi sei que nao é o proenca seria outro cabeleleiro famoso?descobre essa vai?!

  6. Oi Lala! Pois é, parece que vc e a Camila adivinharam! Vou para Itália em abril e estou adorando td!
    Vc já experimentou os produtos da Kiko?
    Bem que vc tb poderia fazer um post com dicas de roupas para “turistar” na Itália…

  7. Oi, Lalá!
    Estou indo para Itália ( Roma, Florença, Veneza e Milão) em maio e gostaria que você me indicasse sites, blogs que com dicas legais (como as suas) sobre lá.
    Desde já,obrigada e parabéns pelas matérias.

  8. Adorei as dicas!!! Acabamos de sair do Buca Mario e realmente a Bisteca de lá eh uma delicia! Meu marido aprovou e todos trataram meu bebe com muito carinho, ganhou vários mimos. Os donos são simplesmente uma graça. Nos sentimos em casa! Estávamos sem saber onde almocar, sua dica foi preciosa. Outro bom em Florença eh o Zaza, se voltar lá super recomendo.

  9. Oi !! parabéns pela blog! gostei muito! e que delicias as dicas de Florença!eu vou para Florença no fds que vem, dia 22/06/2014!eu queria perguntar uma coisa que não achei nos blogs, e acho util no meu caso e que vai evitar eu passar constrangimentos: como vou com minha tia de mais de 70 anos e minha mãe não vou poder andar demais, e vou usar bastante o transporte publico! eu ja olhei o site da ATAF e sei que linhas pegar, onde parar…mas eu queria saber se onibus em Florença é a mesma coisa que no Brasil, tem que dar sinal?? ou ele para em todas as paradas??
    desde já agradeço!

Deixe uma resposta