Coco antes de Chanel

Não sou cinéfila, não sou uma entendida da sétima arte, mas sou uma pessoa movida a emoção. Ontem assisti a Coco antes de Chanel e saí do cinema admirando Gabrilelle Chanel ainda mais. Não pelo estilo irrefutável, mas pela alma. Coco pode parecer, ao primeiro olhar, uma mulher amarga, arredia como um cavalo xucro. Mas, ela deixa escapar nas entrelinhas, que mesmo vestida como os homens e querendo se portar como um deles é sensível, delicada e capaz de amar acima de tudo.

Montagem

Coco me mostrou ontem que é preciso sempre encarar a vida de frente, pisar sobre o medo e o comodismo e avançar. Acreditar, ser quem você é, mesmo que os outros te digam que não é aquilo que tem que ser. Pois quem quer ser "massa", às vezes acaba se perdendo no meio dela. Sendo só mais um na multidão.
 
Uma menina abandonada em um orfanato, que mesmo assim esperava sempre pelo pai, sai em busca do seu sonho. Suas roupas? Fruto de uma necessidade de fazer dela um instrumento a favor do cotidiano (calças para montar, cabelos curtos para não incomodar, sem espartilho para movimentar-se com liberdade). Ou seja, o seu closet alinhava com seu estilo de vida. E isso fica muito claro no filme. Não é lindo usar suas roupas a seu favor? Fazer daquilo que te acompanha o dia todo um aliado e não um incômodo?

Montagem

Sei que vão dizer que muito da história real de Chanel foi colocada sob o tapete. Mas, meu amigo, calma. Vá ao cinema, não para ver a estilista inesquecível, que fez seu estilo eterno ou qualquer coisa que seja. Mas para ver a mulher que soube fazer do limão uma caipirinha gelada com direito a vodca russa. Hoje nos cinemas.
 
Em tempo: O Shopping Iguatemi faz exposição com peças usadas na filmagem de Coco antes de Chanel. Vá conferir de perto o figurino deste símbolo da moda.

Montagem

Me segue no Twitter? @lala_noleto

8 respostas para “Coco antes de Chanel”

  1. mell.rios@hotmail.com::melissa::Esse filme, só quando sair na tv a cabo e olhe lá! Só se não estiver passando algo mais animado. Audrey Tautou de pijama, fumando (eca) e com cara de poucos amigos não são, para mim, nenhum chamariz para ver um filme. A sinopse tb não me agradou…

  2. mariflorqueiroz@hotmail.com::mariah::É uma pena que principalmente as mulheres da geração atual não tenham sensibilidade e interesse pela vida de Coco Chanel, gente pesquisem mais, a moda hoje deve muito a revolução feita por ela, foi um orgulho para as mulheres, ela fez a diferença e não mais uma moldada pela sociedade. Já sabia um pouco sobre ela, mas o filme é maravilhoso.

  3. mgs_carla@hotmail::carla Soliman::Nossa , que comentário lindo 🙂 Eu já li quase tudo sobre Mademoiselle Chanel e é exatamente isso, fez do limão um coquetel. Ela foi e ainda é um exemplo de luta, uma luta que só as mulheres de garra conseguem se sair vitoriosas, mas garra também é treino.

  4. avivit@ig.com.br::Ana Paula::Lalá QUERIDÍSSIMA, mais uma vez preciso dar meus parabéns a vc. Eu já li um pouco sobre a vida de Chanel… é realmente impressionante… acho que foi uma mulher muito guerreira e que deixou o mundo inteiro perplexo com sua vida… de uma menina que foi criada em ORFANATO… que, claro, por ser humana, deve ter seus erros e defeitos também… mas quem não tem?… Mais uma vez vc acertou em cheio Lalá, por fazer essa sugestão, assim as pessoas vão poder conhecer um pouco da luta dessa grande mulher que foi Coco Chanel… Beijinhos Lalá… estou cada mais apaxonada pelo seu blog!

  5. bategilrs@hotmail.com::stella ::coco chanell foium a m,mulher de estilo personalidade, dependencia era tinha seu lado pessoal de ver o mundo , as cores e os momentos que passava em buscar do melhor e do modelo mas perfeito, ela lidava com tudo isso ,de uma maneira sutil elegante , e ao mesmo tempo solitaria isso era coco chanell

O que você acha? Deixa seu comentário aqui!